Por que investir em e-mail marketing

Por que investir em e-mail marketing?

Marketing Digital

Por que investir em e-mail marketing?
“O email marketing já morreu”
“Não vale mais a pena investir em email marketing”
“O email marketing já não gera tantas conversões como antes”

Você provavelmente já deve ter ouvido pelo menos alguma dessas afirmativas antes, não é?

Bem, esqueça tudo isso. É, simplesmente não dê bola. Investir em email marketing era e continua sendo um excelente meio para captação de leads, conversão de qualidade e até mesmo como fonte de tráfego orgânico!

Mas, se você ainda tem dúvidas sobre isso, pegue alguns minutos do seu tempo para ler esse artigo. Certamente irá mudar a sua concepção sobre investimentos em email marketing e porque você não deveria deixar de fazer.

Você já parou para se perguntar por que investir em e-mail marketing e o que um simples email pode ter de tão poderoso?

Bem, um simples email, quando bem montado, pode ser uma poderosa arma de conversão e de geração de tráfego. Falaremos mais sobre isso adiante.

Uma das principais técnicas utilizadas em um email marketing são os gatilhos mentais, responsáveis por inverter o conceito de preço e valor para as pessoas. Apesar de essa não ser a única ferramenta utilizada no marketing digital, tanto para aumento de conversão quanto para geração de tráfego, é uma das mais simples de serem trabalhadas e o seu custo é muito baixo, garantindo um ROI bem mais alto!

Por que você investir em e-mail marketing?

Nós poderíamos fazer uma lista enorme de motivos, mas vamos começar listando os principais. O primeiro motivo pelo qual você deve fazer esse investimento é porque os emails continuam sendo a porta de entrada mais acessada por clientes.

Mesmo considerando que algumas redes sociais possuam um número absurdamente grande de acessos por dia, como é o caso do Facebook, precisamos pensar em um segundo momento quantas vezes por dia uma pessoa abre o e-mail, e não quantas pessoas abrem no total.

Além disso, é uma maneira bem eficaz de entrar em contato direto com o cliente, estabelecendo desde cedo uma relação estreita e mais profissional. Um segundo motivo pelo qual você deveria investir nessa ferramenta é pela possibilidade de poder segmentar os emails, atingindo um público mais específico dentro do seu nicho.

A segmentação de emails é uma das etapas mais essenciais de todo esse processo. Sem a segmentação, você deixa de apresentar um produto para um público que certamente poderia gerar um número maior de conversões para você. Ao deixar de segmentar um email marketing, você passa a oferecer cães para quem quer gatos.

E, claro, outro motivo diz respeito ao seu bolso. Um email marketing efeito possui um custo muito baixo. Você pode personalizar com um layout adequado para os seus negócios, fazer um disparo diário e algumas ferramentas, como o MailChimp, ainda permitem que o usuário envie até 12.000 emails por mês e graça. Se a sua lista tiver no máximo 2.000 contatos, você nem paga por isso!

Por mais que em um primeiro momento você não faça vendas, usar um email marketing é uma excelente maneira de fortalecer ainda mais o seu nome e a sua marca. Claro, desde que você envie emails com moderação. Se você começar a disparar alguns emails todos os dias, tudo o que você conseguirá é ser taxado de chato e ainda poder virar um spammer.

Vale a pena também ressaltar que através de um email marketing você poderá criar um newsletter para manter seus clientes sempre a par do que está acontecendo. A newsletter é um aviso criado dentro do email para o cliente de que há novidades chegando sobre o seu produto. Pode ser o lançamento dele, uma promoção, um webinário gratuito, qualquer coisa que você julgue atraente para o cliente.

É muito melhor que você tome a frente e mostre para o seu cliente as novidades antes que eles mesmos precisem fazer isso. É uma maneira de você engajar ainda mais o seu público, demonstrando interesse sobre a opinião e comodidade deles. Mas, para que tudo isso funcione de maneira correta, você precisará investir também em um autoresponder. Você sabe o que é isso?

O que é e como funciona um autoresponder?

Um autoresponder é um sistema que permite a você enviar de maneira programada emails marketing para os seus clientes. Basta programar quais emails serão enviados, em quais dias da semana e para qual lista de contatos. Ele começa a funcionar a partir do momento em que um lead deixa seu email em uma squeeze page ou em qualquer campo de captura que pode ficar no seu blog, mesmo.

Um dos motivos pelos quais você deve utilizar um autoresponder (além do motivo óbvio de que você não daria conta de enviar manualmente todos os emails para os seus clientes) é pelo contato que você pode estabelecer com um lead até o momento de conversão. Apenas 19% dos usuários da internet fazem compras baseadas em razão. Ou seja, 81% das pessoas compram de maneira impulsiva, na maioria das vezes. Isso porque elas estão ligando a emoção e desligando a razão.

Sendo assim, você precisa criar campanhas nos seus emails para influenciar através de gatilhos mentais essa porcentagem de 19% que precisará de mais alguns dias ou semanas para tomar a decisão de compra.

Você não precisa se preocupar com o fato de o software funcionar ou não. Eles funcionam muito bem, a não ser, é claro, que você acabe optando por não fazer esse investimento e utilize um software gratuito. Aí, você acaba correndo esse risco. Mesmo enquanto você dorme, a sua lista de email marketing continua sendo enviada para os clientes.

Uma boa dica para você começar: procure pelo Aweber, MailChimp ou pelo LeadLover. São 3 excelentes ferramentas para você começar, ainda com o adendo de que o MailChimp oferece um serviço gratuito, como mencionamos anteriormente.

Sem contar que um autoresponder grava em sua memória a lista de e-mails que você cadastrou. Se no futuro você lançar outro produto como afiliado ou mesmo criar o seu próprio, basta acessar a ferramenta e obter a lista novamente para criar campanhas. E relembrando mais uma vez: não se esqueça de sempre segmentar os seus emails!

Qualidade é essencial para a conversão

Não há muito segredo para montar uma lista de email marketing, mas você precisa estar atento a alguns passos essenciais para que não pule nenhum e acabe comprometendo a qualidade dos emails.

Uma dica é para que você envie junto ao conteúdo uma landing page, que ajudará seu cliente a criar um conceito mais forte sobre o seu produto. As landing pages não são tão difíceis de serem criadas, mas necessitam de ferramentas especiais que não são caras, então vale a pena investir nisso.

Vale lembrar que é interessante criar um sistema viral para os seus emails. Mas não confunda sistema viral com spam. Um sistema viral envia centenas, milhares de e-mails por dia, mas não permite que sejam enviados vários emails para uma mesma pessoa.

Foque também na qualidade de escrita dos seus emails.

Recentemente, recebi em minha caixa de entrada uma lista de email marketing de pelo menos 3 ou 4 blogs diferentes. Foram blogs em que me inscrevi acidentalmente, e quando recebi os emails, pude notar que a gramática estava horrivelmente desastrosa. Isso pesa muito na decisão do cliente. Um português bem escrito atrai, um email marketing mal feito repele. Simples assim! Se necessário, contrate uma pessoa para fazer a revisão dos seus textos produzidos para os clientes.

Agora que você sabe por que investir em e-mail marketing, deixe seu comentário!