Como Ter Email Marketing Efetivo

Como Ter Email Marketing Efetivo: Dicas Práticas

Marketing Digital

Como ter um email marketing efetivo | A primeira dica rápida é para que você jamais compre uma lista de email marketing pronta. Sob NENHUMA HIPÓTESE.Ao comprar uma lista pronta, você enfrenta dois problemas

1- Você enviará emails para pessoas que não forneceram para você de livre e espontânea vontade seus emails particulares. Você apenas conseguirá com isso sujar sua imagem e quebrar sua reputação.

2- Você não tem uma lista segmentada e não sabe quais são os interesses dessas pessoas. A probabilidade de você conseguir uma conversão é muito baixa.

A segunda dica é para que você busque sempre por nomes incríveis para seus e-mails, nomes que despertem a curiosidade do leitor, algo que seja muito difícil de não ser aberto. Imagine se você está vendendo um produto como afiliado para emagrecer e envia no corpo do tema do seu email:
“Novo produto para perder peso”

Que tal algo como: “10 dicas fantásticas para você perder peso sem precisar sair de casa”. O título do seu email marketing é muito importante. Pode ser um fator decisivo para a abertura do email.

A terceira dica é para que você construa um email super personalizado, que leve até o nome dessa pessoa.

No entanto, isso pode ser uma desvantagem por outro lado. Se você pedir o email e o nome da pessoa no formulário, uma probabilidade de você conseguir menos dados no formulário, já que nem todos querem fornecer os nomes.
Por outro lado, você cria uma lista mais engajada com os seus negócios e aumenta a probabilidade de abertura dos emails enviando com o nome da pessoa.

Fica a seu critério o que fazer!

Como quarta dica, se envolva ao máximo com o seu cliente. Sim, já dissemos isso antes, mas reforçamos.

Evite ficar utilizando sempre o seu nome no email e dizendo como o seu negócio prosperou e como você é o melhor vendedor, e como a sua empresa cresceu etc. Experimente falar mais diretamente com o seu cliente, utilizando-o como foco, e, se possível, usando o nome do próprio cliente.
Sempre traga ele para o seu negócio e mostre como aquilo pode ser vantajoso não somente para você e sua empresa, mas principalmente para ele.

Por alguns momentos, você deve se esquecer da sua empresa e pensar apenas no cliente. São cinco minutos que poderão fazer uma grande diferença para a taxa de abertura dos seus emails

4 erros que você não deve cometer ao criar o seu email marketing
É comum que usuários novos desse serviço cometam erros que pode prejudicar o tráfego do blog. Portanto, acompanhe abaixo 4 erros que você pode estar cometendo e como evitar cada um deles.

Use sempre um remetente

Não incluir o remetente no seu email marketing é um grande erro. A taxa de abertura sempre aumenta quando a pessoa sabe de onde está vindo.
Não importa se você vai escolher o seu nome, o nome do produto, do blog ou da empresa. O importante é que você utilize um nome de fácil reconhecimento para os seus leads.

Dê a opção para que o lead responda você

Uma das coisas que mais irrita vários usuários é quando eles recebem um email e não conseguem responder porque o email veio configurado como um nãoresponda@…”

Isso é realmente frustrante, e pior, você acaba eliminando uma maneira de o lead entrar em contato com você. Tudo o que você não quer é fechar um canal nesse momento. O modo como você conduz isso pode ser determinante para que os leads continuem abrindo os seus emails.

Se na primeira oportunidade que o seu lead tiver para tirar uma dúvida ela for frustrada por não ter um meio de comunicação mais pessoal, é provável que ele nem procure mais pelo seu conteúdo.

Não venda no início

Um dos piores erros que você pode cometer com seu email marketing é tentar vender um produto logo no início. O email marketing é o que irá conduzir o seu lead através de um funil de vendas para que ele passe pela etapa do topo ao meio, para que só então atinja o fundo, onde você deverá adotar uma estratégia mais agressiva de venda.

Enquanto seu lead não é convertido em um cliente, não use esse tipo de estratégia em seu email marketing. Não funciona e você acaba afastando as pessoas.

Experimente mudar seu email marketing

É interessante que de tempos em tempos você mude o layout do seu email. Isso pode alterar a taxa de conversão, e você poderá conferir isso fazendo os testes AB. É bom mudar de vez em quando, e de acordo com sua campanha, pode ser necessário mudar algumas coisas.

O ideal é que ao atingir um ponto onde você obtenha o máximo de acessos, mantenha aquele layout. É ele que irá reforçar a sua marca e remeter seu nicho a todos os clientes quando eles acessarem a sua página ou o seu email.

E se você ainda não tiver um site pronto?

Se você ainda não tem um site ou blog pronto, não se desespere. Há uma maneira de contornar isso com estratégias voltadas para quem ainda não possui esse meio de divulgação. Quase todos os segmentos do marketing digital possuem um público e um mercado específico dentro das redes sociais. Por isso, criar nome e presença dentro e um rede social e em um primeiro momento estabelecer um contato direto com os leads por lá é uma ótima estratégia.

Sem contar que dentro das redes sociais a propaganda boca a boca funciona de maneira muito mais efetiva, além de ser bem mais simples o compartilhamento de conteúdo.

Para quem ainda não tem um site pronto, essa é uma excelente estratégia para começar a criar um nome. Mas é preciso se atentar ao detalhe de que as pessoas que estão nas redes sociais não estão procurando por negócios, compras ou até mesmo para a solução de seus problemas.

Então, é melhor que você crie uma estratégia mais pessoal e voltada para o entretenimento ao invés de vendas. O ideal é que através das redes sociais você crie campanhas e divulgue textos, ou até mesmo recompensas digitais como os e-books para atrair mais atenção dos usuários.

Claro que ao adquirir um blog, você não irá renunciar à sua página nas redes sociais, já que elas possuem um grande poder de engajamento. Mas as redes sociais não são as únicas opções para que você crie esse contato maior. Usar landing pages também pode ser uma estratégia caso você ainda não tenha um site pronto.

Inclusive, elas podem ser usadas em minisites, que são sites de uma página única com o intuito de fazer a divulgação de um produto. É muito mais simples montar um minisite do que um site propriamente dito. Agora, caso você não queira criar um minisite, não há problemas. Existem ferramentas específicas para criar landing pages e que também oferecem a hospedagem das páginas.

Assim, você pode oferecer um link permanente para os seus clientes, sendo que algumas ferramentas fazem essa função de maneira gratuita.
Apesar de um blog ser uma ferramenta essencial para gerar tráfego e conversão, um email marketing também pode cumprir esse papel.

Como ter um email marketing efetivo?

Afinal, o email marketing pode criar um relacionamento com os leads sem que para isso seja necessário um site. Com o passar do tempo, você poderá ir fazendo os ajustes necessários.

Agora, uma ressalva. Ao utilizar uma landing page, não inclua ela no seu email marketing. Nem todos os usuários terão um codificador de HTML e seu email pode acabar indo diretamente para a pasta de spam.

O ideal é que você inclua sua mensagem e então um botão call to action para redirecionar o leitor à sua landing page. Criar um email marketing não é complicado, mas irá exigir certa dedicação e paciência para que ele comece a trazer resultados mais concretos, como geração de tráfego orgânico.

Lembrando sempre que é muito importante utilizar um programa como o Google Analytics que possa avaliar seus resultados! Se você gostou do artigo sobre email marketing, deixe a sua curtida abaixo e não se esqueça de compartilhar em suas redes sociais!

Esperamos que com isso você tenha sanado suas dúvidas em relação a essa poderosa ferramenta de conversão. Mas, se ainda tiver dúvidas, não deixe de colocar ela nos comentários abaixo. Ficaremos felizes em poder responder!