Ipameri

Requerimento que dispõe sobre o Fumpi deverá ser aprovado na próxima semana

IMG-20181009-WA0104

Após uma Sessão de certa forma tumultuada com a apresentação de um requerimento da mesa diretora da Câmara de Ipameri que solicitava a instalação de uma comissão para apurar possíveis irregularidades no FUMPI e que teve a solicitação do líder do governo para que fosse apreciado na próxima sessão. A presidência da Câmara distribuiu a seguinte nota: Com relação aos requerimentos apresentados pelos vereadores, o correto é a apresentação dos mesmos no expediente da sessão e encaminhados à ordem do dia da sessão seguinte, conforme prevê o §1º art. 129 do Regimento interno. Como o Requerimento em questão, trata-se de uma criação de Comissão Especial ou de Representação. E o Presidente, vereador Jânio Pacheco, no cumprimento das normas legais em vigor, de acordo com s sugestão do líder colocou em votação para que o Plenário decidisse se o requerimento fosse votado nesta dada ou se cumpria o regimento. A maioria decidiu que fosse cumprido o Regimento para que fosse colocado na ordem da próxima sessão. No tocante a Denúncia, a assessoria da Casa, com base nos fatos exposto pelo FUMPI entendeu em requisitar mais informações, uma vez que os pedidos tratavam de mera informação.
Não obstante, o tratamento dos fatos deve estar de acordo com as leis constitucionais e infraconstitucionais. Portanto, a Câmara Municipal de Ipameri tem o maior respeito as instituições e principalmente os servidores públicos municipais, para que dentro da legalidade, conseguimos chegar em uma solução para o problema.

Em manifestações públicas durante a sessão todos os vereadores foram unânimes em afirmar que são amplamente favoráveis à instalação da Comissão, em respeito aos servidores e pensionistas.

Ressalte -se ainda que o Presidente da Câmara não teve oportunidade de externar seu voto, pois o Presidente somente vota em caso de empate, e isso não ocorreu.

About the author

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Add Comment

Click here to post a comment