ELEIÇÕES 2018

Apoios de prefeitos não ajudam Zé Eliton, pelo contrário

images

Prefeitos, como se sabem, constituem-se no elo mais fraco da corrente política, em qualquer Estado. Em Goiás, pior ainda, pois em geral são mal avaliados, fazem administrações medíocres e vivem envolvidos com picuinhas em vez de pensar grande e conduzir seus municípios a uma posição de destaque.

Pois bem: para o governador Zé Eliton, uma das grandes vantagens de que disporia, para a próxima eleição, seria o apoio de 180  a 200 prefeitos.

Vale lembrar que, em 1998, Marconi Perillo teve ao seu lado apenas 33 prefeitos, contra 213 que perfilaram com Iris Rezende e o resultado foi o que se viu.

E cabe perguntar: onde está o trabalho desses 180 a 200 prefeitos se Zé Eliton não consegue deslanchar nas pesquisas, sofre há quase um ano sem crescer um mísero ponto, estagnado em 10% e ainda por cima empatado com Daniel Vilela, que não tem 15 ou 20 prefeitos com ele? Vai aparecer agora, a menos de 50 dias para a eleição?

Legenda da foto de capa: Zé Eliton em reunião com prefeitos. Nem um ponto a mais nas pesquisas.

About the author

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Add Comment

Click here to post a comment