Economia

Sicredi leva sete projetos à premiação na Conferência Mundial do Woccu

Pedro_Calda_presidente_Sicredi_Planalto_Central
Participantes do mais importante evento internacional do segmento, cases do Sicredi estão entre concorrentes do programa World Young Credit Union People (WYCUP).
De 15 a 18 de julho, em Singapura, ocorre a Conferência Mundial do Woccu. Na edição 2018, o evento anual promovido pelo Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito (Woccu – World Council of Credit Unions) terá intensa participação do Sicredi, por meio de uma comitiva formada por 109 pessoas, entre dirigentes, executivos e colaboradores, que representarão a instituição financeira cooperativa. Um dos destaques do evento é o programa World Young Credit Union People (WYCUP).
O WYCUP é destinado a cooperativistas de até 35 anos, que tenham desenvolvido iniciativas de relevância econômica e social nas regiões onde atuam as cooperativas de crédito. Este ano, o Sicredi participa do programa com sete projetos inscritos, e o colaborador responsável por cada um destes cases concorrerá ao prêmio final, que dará direito ao vencedor de participar da próxima edição da Conferência Mundial das Cooperativas de Crédito, prevista para 2019, com todas as despesas pagas. Além dos sete colaboradores responsáveis pelos cases que concorrem este ano, participarão os dois colaboradores do Sicredi premiados na edição de 2017.
Conheça, abaixo, cada um dos sete cases inscritos pelo Sicredi:
Educação Financeira: Qualidade de Vida para a Comunidade, da colaboradora Maria Leticia Toledo Bonzanin da Cooperativa Sicredi Espumoso/RS. Em 2017, a cooperativa passou a atuar com educação financeira. O projeto tem como meta levar educação financeira para os jovens estudantes do 9º ano escolar do Ensino Fundamental, ensinando como economizar e poupar. Atualmente, o projeto é referência em educação financeira e, com ele, o quadro social da região onde atua a Cooperativa Sicredi Espumoso/RS está ainda mais consciente sobre o papel social que as cooperativas de crédito desempenham nas comunidades onde atuam.
Sustentabilidade: Atitude Consciente, de Alyne Lemes, colaboradora da Cooperativa Sicredi Campos Gerais. O projeto surgiu com o foco de transformar lixo em algo sustentável e rentável. Alyne considerou o impacto que 1 litro de óleo tinha de contaminar 25 mil litros de água. Por isso, teve a iniciativa de criar o projeto que tem como temática transformar óleo de cozinha em detergente – 10% do material coletado vira detergente, que é doado para escolas e instituições filantrópicas. Para tanto, foram disponibilizados 24 pontos de arrecadação de óleo de cozinha, além de ação com cem parceiros. Como resultado, em 2017, foram coletados 30 mil litros, o que significa que o projeto salvou 1 bilhão de litros de água da contaminação.

Programa Acreditadores, de Lucas Araújo dos Santos, colaborador da Cooperativa Sicredi Alta Noroeste/SP. A iniciativa integrada por agentes transformadores tem como lema “Mude o visual, inspire, conecte e faça caridade”. Há 20 “acreditadores” (participantes do projeto) e cerca de 200 funcionários envolvidos. Esses acreditadores deram vida a 14 projetos, em 12 municípios, impactando direta e indiretamente a vida de milhares de pessoas, como a reforma de uma maternidade, entidade ou escola; apoio a ex-moradores de rua e deficientes visuais, com venda de cartões postais por eles produzidos; adoção de lar de idosos com donativos e patrocínio de profissionais de saúde; amparo e lazer para crianças sob medidas judiciais protetivas; instalação de pontos de coletas de recicláveis; educação e orientação financeira para comunidade e jovens de escolas públicas; pontos de reciclagem de óleo de cozinha em escolas; apadrinhamento de creche em bairro carente com donativos e orientação financeira a pais e profissionais; e campanha do lacre de latinhas de alumínio para compra de cadeiras de rodas.

Sucessão Familiar Rural  Cultivando o Futuro, do colaborador Chalimar Ellwanger, da Cooperativa Sicredi Noroeste/RS. O projeto foi criado a partir da observação do movimento de jovens que saem do campo e vão viver em centros urbanos. Focado na educação financeira, o intuído é mostrar a importância do agronegócio e apresentar opções de atuação para esses jovens nesse mercado. Em 2017, 265 jovens de sete escolas rurais de cinco municípios da região onde atua a cooperativa de crédito participaram do projeto, por meio de workshops ocorridos entre outubro e dezembro, compartilhando suas realidades e buscando alternativas sustentáveis.
Projeto Socioeducativo Mãos que Transformam, de Danielle Bitencourt, colaboradora da Cooperativa Sicredi Ibiraiaras/RS. Com o objetivo de colocar em prática os princípios do cooperativismo e fazer o bem para crianças e adolescentes, em 2012 foi criado esse projeto socioeducativo. Participam da iniciativa crianças e adolescentes de 2 a 18 anos de abrigos do município de Lagoa Vermelha (RS). Nele, os abrigados frequentam semanalmente oficinais de artesanato e aulas de informática, que contribuem para a inserção dos participantes na sociedade.
Inclusão Financeira da Mulher, de Carlos Antonio Soratto, colaborador da Cooperativa Sicredi Ouro Verde/MT. O programa surgiu após observação da presença feminina no agronegócio da região. Tem como objetivo o estímulo às mulheres para que tenham papel de protagonistas no agronegócio, visando trabalhar com mais igualdade e melhores condições e, consequentemente, proporcionando mais qualidade de vida para suas famílias. Desde 2016, foram mais de 140 associadas atendidas e mais de R$ 5 milhões de crédito liberados, possibilitando que algumas delas aumentasse suas rendas em mais de 200%.
Cuidar para Crescer Educação Financeira para Adolescentes e Jovens, da colaboradora Clarice Brutscher, da Cooperativa Sicredi Araxingu/MT. Focado em jovens do 9º ano do Ensino Fundamental, com idade entre 15 e 16 anos, da rede pública, o projeto tem como meta ensinar o passo a passo da educação financeira. Durante 2017, 1.700 alunos participaram em 12 municípios. Atualmente, esses jovens atuam como multiplicadores do tema, transmitindo conhecimento para seus familiares e colegas.
Diversidade e inclusão
Na edição deste ano da Conferência Mundial do Woccu, também acontece uma programação específica com foco em diversidade e inclusão, chamada de “Diversity & Inclusion (D&I) Lancheon”. O D&I é aberto a todos os públicos e engloba as inciativas ligadas ao WYCUP e ao Global Women’s Leadership Network (GWLN). Dentro desse programa, junto aos Wycupers, as Peers, integrantes do Sister Society Brasil – um grupo de associadas do Sicredi que atua para melhorar a vida das pessoas a partir do trabalho das cooperativas de crédito – mais uma vez, fazem parte das atividades do GWLN), com outras mulheres do mundo todo envolvidas no tema.
Na oportunidade, Gisele Gomes, membro do Global Women’s Leadership Network, abordará a “Autoestima e liderança: ferramentas de psicologia positiva”, em 17 de julho, e Manfred Alfonso Dasenbrock, presidente da SicrediPar, da Central Sicredi PR/SP/RJ e secretário-geral do Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito, fará um painel sobre Diversidade, no dia seguinte.
Como parte desse projeto desenvolvido pelo Sicredi, no ano passado a instituição cooperativa financeira teve um case vencedor no WYCUP: o Chá das Bruxas, evento que visa estimular a inclusão da mulher no ambiente corporativo, empoderando as mulheres a buscarem cargos de gestão e liderança na cooperativa de crédito e na comunidade. O Chá das Bruxas já envolveu mais de 1.800 mulheres de dois estados brasileiros e representou um aumento de 50% delas em cargos de liderança na cooperativa de crédito.
Woccu World Council of Credit Unions
Promovida pelo Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito (Woccu, em sua sigla em inglês), a Conferência Mundial do Woccu ocorre anualmente e tem como foco a abordagem global sobre como melhorar a vida por meio das cooperativas de crédito. A Conferência é o principal evento mundial do segmento.
Legenda da foto de capa:
Comitiva – Pedro Caldas (foto), presidente da Sicredi Planalto Central, está em Singapura onde participa até o dia 18 de julho, da edição 2018 da Conferência Mundial do Woccu (Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito, no significado da sigla em português). A comitiva para o evento tem mais de100 pessoas, entre dirigentes, executivos e colaboradores da instituição financeira cooperativa.
Em Goiás, a Sicredi Planalto Central representa cooperativas presentes em cidades como Campo Alegre de Goiás, Catalão, Cristalina, Luziânia, Pires do Rio, Posse e outras.
FatoMais Comunicação

About the author

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Add Comment

Click here to post a comment