Policial

Polícia Militar divulga recomendações sobre o Mocajee

20180706_000554_0001

O comando da Polícia Militar de Ipameri divulgou recomendações acerca do trabalho que a instituição irá desenvolver na realização do Mocajee 2018:

Nota da 40ª CIPM

sobre o Mocajee Cross 2018

A Polícia Militar respeita, apoia e protege todas as tradições e manifestações culturais, sociais, religiosas ou esportivas da população.

A missão da Polícia Militar é proteger as pessoas, CUMPRIR A LEI, defender o meio ambiente e garantir direitos, promovendo a paz social e a ORDEM PÚBLICA.

Somente o cumprimento da Lei garante a harmonia e o equilíbrio entre as pessoas.

O grau de civilidade de um povo pode ser medido pelo seu nível de obediência à Lei.

A história do MOCAJEE registra, além das vitórias esportivas e de bons momentos entre amigos, inúmeros casos de pessoas que, sob o pretexto do MOCAJEE, liberaram seus instintos mais primitivos e, de maneira incivilizada, praticaram toda a sorte de atos contrários à moral, que sustenta a vida em comunidade, e contrários à lei, que é o que nos separa da barbárie.

O MOCAJEE é um importante evento para todo o estado, mas sua fama têm sido manchada pelo comportamento ilegal, imoral e abusivo de alguns frequentadores. Comportamentos que, sob a égide legal, não serão tolerados.

Por isso, cabe lembrar que embora o MOCAJEE seja um momento festivo, DURANTE A SUA REALIZAÇÃO A LEI CONTINUA VIGORANDO E O SEU CUMPRIMENTO SERÁ RIGIDAMENTE FISCALIZADO.

Portanto, em nome da segurança tanto das pessoas ordeiras que frequentarão este evento, quanto em nome daqueles que não participarão do MOCAJEE, informamos que, baseada nas atribuições e obrigações conferidas à Polícia Militar pelo Artigo 144 da Constituição Federal, o Art. 3º do Decreto-Lei 0667/69, o Art 2º do Decreto 88.777/83, o Art. 78 da Lei 5.172/66, do Art. 6 § 1º da Lei Estadual 11.651/91 e os Artigos 121 e 124 da Constituição do Estado de Goiás, a 40ª CIPM agirá com todo o rigor determinado pela legislação a fim de manter a tranquilidade, a ordem pública e fazer cumprir a Lei.

Por isso, os policiais militares encarregados do policiamento da Cavalgada e do MOCAJEE estão orientados a, conforme prevê a legislação, UTILIZAR TODOS OS RECURSOS E MEIOS LEGAIS DISPONÍVEIS, ATÉ MESMO, FAZER O USO DISCRICIONÁRIO E SELETIVO DA FORÇA PARA APLICAR A LEI.

Desejamos um MOCAJEE de muita diversão, moderação, paz e justiça a todos.

Respeitosamente,

40ª Companhia Independente

de Polícia Militar

About the author

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Add Comment

Click here to post a comment