Judiciário

Antonio Palocci fecha acordo de delação premiada com a PF

1200px-Palocci134936-840x577
O ex-ministro dos governos Lula e Dilma (PT) foi preso em setembro de 2016. Ele cumpre pena por corrupção e lavagem de dinheiro.
PublicidadeRenovar

O ex-ministro Antonio Palocci assinou acordo de delação premiada com a Polícia Federal. As negociações para a colaboração vinham ocorrendo desde que o político foi preso, em setembro de 2016. A informação é do jornal O Globo, divulgada nesta quinta-feira (26/4).

A expectativa em torno dos depoimentos de Palocci é grande. Assim que a delação for homologada pela Justiça, novas figuras políticas podem responder por corrupção.

No último dia 12, o ex-ministro teve um pedido de liberdade negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Em junho do ano passado, Antonio Palocci foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro a 12 anos e dois meses de reclusão, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A execução da pena, no entanto, não teve início porque o caso não foi julgado em segunda instância. Ainda assim, a sentença condenatória determinou a manutenção da prisão preventiva.

Palocci foi ministro dos governos Lula e Dilma e até a eclosão da Lava Jato era considerado um dos nomes mais fortes do PT.

About the author

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Add Comment

Click here to post a comment